As 4 doenças no coração mais comuns

Tempo de leitura: 4 minutos

O coração é um órgão muscular, responsável pelo bombeamento de sangue no organismo. Sem ele, os tecidos não recebem oxigênio e nutrientes essenciais para o seu pleno funcionamento.

Sendo assim, as doenças no coração são as que mais matam no mundo, de acordo com a Associação Pan-Americana de Saúde (OPAS). Por esse motivo, a OMS (Organização Mundial de Saúde) definiu que o dia 29 de setembro seria o dia do coração, a fim de alertar as pessoas sobre os cuidados e as doenças que podem acometer o órgão.

Neste post, apresentaremos as 4 doenças mais comuns no coração, o que pode causá-las, seus sintomas e como evitar o seu aparecimento. Confira!

1. Doença Arterial Coronariana

As artérias coronarianas, que se ramificam da aorta assim que ela sai do coração, são responsáveis pelo fornecimento de sangue para o músculo cardíaco. A doença arterial coronariana é uma condição em que o suprimento de sangue é bloqueado totalmente ou parcialmente. Assim, a pessoa pode sentir dor (angina) ou até sofrer um ataque isquêmico (infarto).

Normalmente, ela ocorre devido a aterosclerose, condição em que as artérias são cobertas internamente por uma capa de gordura. Quando a luz (parte interna) da artéria é estreitada, pouco sangue passa, o que pode causar sofrimento das células e, consequentemente, dor. Se a luz for completamente fechada, o suprimento de sangue para e, assim, há necrose das células, evento chamado de infarto.

Sua prevenção consiste em praticar atividades físicas e realizar mudanças na alimentação, que deve conter pouca gordura. Além disso, deve-se monitorar os níveis de colesterol no sangue.

2. Arritmias

Para funcionar, o coração depende de um sistema elétrico que, quando acionado, permite a sua contração para expulsar o sangue. Assim, quando há distúrbios na condução elétrica (arritmia), o músculos se contraem de forma irregular, o que pode ocasionar problemas na distribuição do suprimento sanguíneo.

As arritmias podem ser ocasionadas por infarto, consumo de álcool e tabaco, artérias bloqueadas, hipertensão, uso de drogas e estresse. É importante diagnosticar as arritmias, a fim de promover o seu controle pela ação de medicamentos.

3. Hipertensão arterial

A hipertensão arterial, popularmente conhecida como pressão alta, é uma doença que acomete todo o organismo. Isso porque os elevados níveis pressóricos causam danos em todas as artérias, principalmente as do coração, visto que o órgão tem que trabalhar mais para bombear o sangue. Desse modo, a hipertensão arterial é um fator de risco para o desenvolvimento de várias doenças coronarianas, como o infarto e a insuficiência cardíaca.

Essa doença pode ter origem genética, ou seja, ser comum na família. Porém, o excesso de peso, sedentarismo, alimentação com grande quantidade de sal, estresse, diabetes, tabagismo e níveis altos de colesterol no sangue podem contribuir para o aparecimento da hipertensão.

Na maioria das vezes, essa é uma doença silenciosa. No entanto, ela pode começar com tontura, dor de cabeça e visão turva, por exemplo. Para preveni-la, é essencial ter um estilo de vida saudável, praticar exercícios físicos e caprichar na alimentação. Além disso é importante sempre checar os níveis pressóricos e, caso estejam altos, realizar o tratamento para a doença.

4. Doenças Valvárias

As valvulopatias são as doenças que acometem as válvulas do coração. No total de quatro, elas encontram-se entre os átrios e o ventrículos (mitral, no lado esquerdo e tricúspide, no lado direito) e nos ventrículos. A valva aórtica permite a passagem de sangue do ventrículo esquerdo para a aorta e a valva pulmonar do ventrículo direito para a artéria pulmonar.

Quando em perfeito funcionamento, as válvulas se abrem e se fecham, permitindo a passagem de sangue em um só fluxo para a câmara seguinte. No entanto, quando ocorrem doenças valvárias não há fechamento completo da válvula, desencadeando um refluxo sanguíneo.

Assim, o refluxo força o coração a trabalhar mais, devido ao acúmulo de sangue maior que o normal. Além disso, o acúmulo de sangue gera maior tendência à formação de trombos, que podem ocasionar infarto e AVC.

Normalmente, as alterações de válvulas não são severas, mas, em alguns casos, pode ser necessária cirurgia.

E então, entendeu quais são as principais doenças no coração? Compartilhe esse post em suas redes sociais e ajude outras pessoas a se informarem!

Sobre Blog Farmácia Benetton

Desenvolvido especialmente para atender dúvidas e dar dicas quanto à linha de medicamentos do setor magistral, produtos cosméticos, fitoterápicos, homeopatia, suplementos, nutracêuticos e muito mais!
Com o objetivo de transformar problemas em soluções, por meio de um relacionamento adequado, e provendo a satisfação que extrapola a função meramente comercial de venda de medicamentos para a nobre função de prestar um serviço de excelência nasce com alegria o blog Farmácia Benetton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *