Infertilidade feminina: causas, sintomas e principais tratamentos

Tempo de leitura: 3 minutos

É comum que casais que possuem a vida sexual ativa e têm cerca de três a quatro relações sexuais por semana sem proteção consigam engravidar em um período de até 1 ano. No entanto, uma minoria não consegue conceber um bebê após 1 ano de tentativas, enfrentando possíveis complicações para conseguir a gestação de maneira espontânea.

Esse é um receio muito comum das mulheres nos consultórios ginecológicos, visto que a infertilidade pode ser influenciada por fatores diversos, tanto femininos quanto masculinos. Desse modo, quando o casal enfrenta dificuldade, é preciso identificar qual problema está atrapalhando a gravidez e corrigi-lo.

O primeiro passo é verificar se há alguma causa de infertilidade feminina. Neste post, você saberá como identificá-la e quais são os tratamentos possíveis. Confira!

O que é a infertilidade?

A chance de um casal de engravidar é de cerca de 10% a 25% por mês. Ou seja, após um ano de tentativas a chance cumulativa é de cerca de 80% a 100%. Por isso, após 1 ano tentando engravidar sem sucesso, um casal em idade fértil e saudável deve procurar assistência médica.

A infertilidade é a dificuldade que uma pessoa tem para reproduzir. Existe a infertilidade primária, que é a dificuldade de conceber pela primeira vez, e a secundária, que acontece após o casal já ter gerado um primeiro bebê.

É importante salientar que ser infértil é diferente de ser estéril, visto que a esterilidade impossibilita o indivíduo de se reproduzir.

Como identificar a infertilidade feminina?

Identificar a infertilidade feminina por meio de sintomas e sinais é uma tarefa complexa, visto que não há nada específico que caracterize essa disfunção.

Desse modo, quando há suspeita de infertilidade, a mulher se submete a diversos exames para verificar como está a sua saúde reprodutiva. Assim, podem ser feitos exames de dosagem hormonal, ultrassonografia transvaginal, biópsia de endométrio e raio-X pélvico, por exemplo, o que depende da suspeita da causa da infertilidade.

Quais são as principais causas?

Síndrome dos ovários policísticos

Nessa doença, a mulher possui ciclos anovulatórios, ou seja, sem óvulos que possam ser fecundados pelos espermatozoides para gerar um embrião.

Endometriose

O endométrio é um tecido exclusivo do útero, responsável pelo sangramento menstrual das mulheres. Quando esse tecido é encontrado fora da cavidade uterina, dá-se o nome de endometriose.

Essa disfunção pode acarretar o bloqueio do caminho que o óvulo ou os espermatozoides precisam percorrer para que a fecundação ocorra.

Miomas ou Pólipos

Os miomas ou pólipos também podem obstruir a passagem e impedir que os espermatozoides cheguem até o óvulo. Além disso, dependendo da localização, essas massas podem causar abortos, dores e outras complicações que causam infertilidade.

Malformação congênita

Algumas mulheres nascem com os órgãos reprodutores alterados anatomicamente, o que pode impedir a passagem do óvulo e a implantação do embrião, assim como causar abortos.

Quais os tratamentos possíveis?

Existem diversos tratamentos possíveis, o que depende da causa da infertilidade. Alterações anatômicas e miomas, por exemplo, podem ser tratados cirurgicamente.

Uma opção de tratamento é a reprodução assistida. Nesse segmento, uma das principais técnicas é a inseminação artificial. No procedimento, os espermatozoides do homem são introduzidos diretamente no útero, aumentando as chances de ocorrer a fertilização. Além disso, a mulher passa por um tratamento com medicação para induzir a sua ovulação.

Em alguns casos, apenas a indução é suficiente para que o encontro dos gametas aconteça. Outra opção de reprodução assistida é a fertilização in vitro, em que os espermatozoides se encontram com o óvulo fora do corpo (no laboratório). Após a fertilização, os embriões formados são transferidos para o útero da mulher para que ocorra a implantação.

A infertilidade feminina traz muito medo e preocupação para a mulher. No entanto, atualmente, os tratamentos são bastante eficazes e conseguem resolver grande parte dos problemas.

E então, restou alguma dúvida sobre as causas de infertilidade? Conte a sua experiência para nós!

Sobre Blog Farmácia Benetton

Desenvolvido especialmente para atender dúvidas e dar dicas quanto à linha de medicamentos do setor magistral, produtos cosméticos, fitoterápicos, homeopatia, suplementos, nutracêuticos e muito mais!
Com o objetivo de transformar problemas em soluções, por meio de um relacionamento adequado, e provendo a satisfação que extrapola a função meramente comercial de venda de medicamentos para a nobre função de prestar um serviço de excelência nasce com alegria o blog Farmácia Benetton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *