Inflamações na pele: o que eu preciso saber?

Tempo de leitura: 6 minutos

A pele reveste todo o nosso organismo e é o maior órgão do corpo humano. Também é o mais pesado, correspondente a ⅙ do peso total de um homem. É tão indispensável à vida que ajuda a proteger o nosso interior dos componentes orgânicos do meio exterior. Por causa dessa exposição, podemos sofrer com inflamações na pele.

A inflamação nesse órgão pode ser causada por bactérias ou fungos, que ao entrarem em contato com a pele, geram uma infecção chamada foliculite. Em outros casos, a pele apresenta vermelhidão depois de ter passado por atrito, agressão ou depilação. E quando estamos com baixa imunidade ou alergia alimentar, isso também pode ser refletido na pele.

De olho na importância desse que é o nosso maior órgão, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber sobre inflamações na pele. Confira!

Quais são as causas das inflamações na pele?

Agressões ou atritos

Por ficar muito exposta, a pele sofre agressões e atritos com mais frequência do que os outros órgãos. O ato de se depilar com lâmina ou cera quente, por exemplo, provoca uma agressão nela que pode aparecer no momento ou depois.

Como usamos roupas, elas também provocam atritos na pele. Os tecidos sintéticos são conhecidos por não absorverem a umidade do corpo, diferentemente dos feitos de algodão natural.

Foliculites

O pequeno espaço onde os pelos nascem e crescem são chamados de folículos pilosos. Lesões superficiais ou profundas nessa estrutura ocorrem por causa de lâminas de barbear, roupas justas demais, escoriações, picadas de insetos, uso tópico e contínuo de cremes esteroides e até antibióticos.

Você nota a foliculite quando a pele fica avermelhada e sensível, aparecendo pequenas bolhas de pus que parecem espinhas.

Dermatites

As dermatites podem surgir por diversos motivos. Questões genéticas, agentes externos, clima do ambiente e excesso ou falta de oleosidade na pele. Ela é caracterizada por vermelhidão, coceira e bolhas, não sendo transmissível por contato direto ou compartilhamento de objetos.

Como existem muitos tipos de dermatite, elas podem ser confundidas se não forem diagnosticadas corretamente.

Imunidade baixa

A pele faz parte de um grupo de órgãos que ajuda a medir a imunidade do corpo humano. O sistema imunológico é o responsável por afastar os agentes estranhos que causam infecções e doenças.

Quando esse mecanismo natural de defesa falha, a pele apresenta sintomas como secura, descoloração e até irritação. Feridas e inflamações na pele, diante de um quadro de imunidade baixa, podem demorar mais para cicatrizarem.

Alergias alimentares

A alergia alimentar é uma reação do corpo humano às substâncias que ele não tolera e que são ingeridas por meio dos alimentos e bebidas. Quando ela ocorre, diferentes partes do corpo podem apresentar reações que identificam essa situação. Uma delas é a pele, que pode ficar vermelha, com coceiras e até ondulações.

Os principais sintomas da alergia alimentar podem surgir em até 2 horas depois da ingestão do alimento ou bebida.

Problemas emocionais

Os problemas emocionais também são responsáveis pelas inflamações na pele. Algumas pessoas, por exemplo, apresentam mais vermelhidão nesse órgão quando estão estressadas. Até mesmo a incidência de acne pode aumentar quando não há o devido controle emocional.

A psoríase, por exemplo, tem tratamento — não cura. Ela se manifesta por lesões avermelhadas que são cobertas por escamas esbranquiçadas.

Quais são as principais inflamações na pele?

Dermatite seborreica

Também conhecida como caspa, trata-se de uma inflamação crônica nas áreas da pele que têm uma grande quantidade de glândulas sebáceas, responsáveis pela lubrificação e impermeabilização dos pelos e fios de cabelo do corpo humano. A dermatite seborreica causa coceira, manchas, vermelhidão e descamação no couro cabeludo, sobrancelhas, barba, bigode ou tórax masculino.

Como essa é uma condição crônica, não há cura — apenas tratamento. Ela pode piorar com o clima, fatores emocionais, ingestão de alimentos gordurosos e banhos quentes.

Disidrose

Essa inflamação na pele provoca o acúmulo de líquidos que geram bolhas nas mãos e solas dos pés. Quando são estouradas, deixam a pele com textura escamosa e mais espessa do que o habitual. A disidrose é uma tendência hereditária e pode aumentar sua incidência com a mudança de temperatura e o contato com certos metais, como cobalto e níquel.

Dermatite atópica

A dermatite atópica se desenvolve com mais frequência na infância e se torna mais comum quando existe histórico familiar. O principal sintoma da dermatite atópica é uma erupção cutânea, pequena ferida, que pode aparecer em todo o corpo, mas principalmente em regiões como braços e atrás dos joelhos.

Não existe uma causa específica para o surgimento da dermatite atópica, entretanto, recomenda-se evitar sabão e outros agentes irritantes quando ela surgir.

Dermatite de contato

Essa é uma reação da pele humana ao contato com substâncias, como sabão, perfumes, cosméticos, metais e plantas urticantes. Além de vermelha, a pele pode apresentar bolhas, feridas que lembram acne, fissuras, secura e urticária.

A principal forma de combater a dermatite de contato é identificar a substância que deve ser evitada. Algumas pessoas, por exemplo, não podem usar brincos e anéis que são feitos de determinadas substâncias.

Como evitar inflamações na pele?

Você notou que as inflamações na pele podem ser resultado de diversos fatores, né? Portanto, é fundamental conhecer o próprio corpo e cuidar bem dele. Ingerir menos alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas, praticar exercícios e manter o corpo hidratado são formas de manter o nosso organismo bem, incluindo a pele.

A escolha das suas roupas também é outro fator que pode ser repensado. Se você tem sudorese excessiva, é melhor optar por tecidos respiráveis, como o algodão natural. O mesmo vale para a escolha dos seus acessórios. Fique de olho se as peças usadas não causam inflamações.

O banho excessivamente quente é outro fator que deve ser observado. Ele deixa a pele ressecada, fazendo com que as glândulas sebáceas produzam mais óleo para compensar o desequilíbrio causado pela temperatura da água. Quando elas não conseguem agir, a pele pode inflamar e descamar.

Observe também quais são os produtos que você usa para cuidar da sua pele. Será que eles são compatíveis com o seu organismo? Nós não conhecemos todas as substâncias que estão descritas nos rótulos, portanto, é essencial evitar o uso desmedido de produtos milagrosos ou não receitados por um profissional.

Ah! Apesar dos cuidados diários que você pode adotar, não esqueça de sempre consultar um médico para receber a orientação necessária para tratar e combater as inflamações na pele.

Como podemos ver, a estação mais quente do ano chegou, não é mesmo? Dê uma olhada em nosso post sobre os principais cuidados com a pele no verão para saber o que fazer nessa época do ano.

Sobre Blog Farmácia Benetton

Desenvolvido especialmente para atender dúvidas e dar dicas quanto à linha de medicamentos do setor magistral, produtos cosméticos, fitoterápicos, homeopatia, suplementos, nutracêuticos e muito mais!
Com o objetivo de transformar problemas em soluções, por meio de um relacionamento adequado, e provendo a satisfação que extrapola a função meramente comercial de venda de medicamentos para a nobre função de prestar um serviço de excelência nasce com alegria o blog Farmácia Benetton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *